Monday, May 16, 2022

Circulação reforçada com mais autocarros

O secretário de Estado para os Transportes, Jorge Bengue, afirmou, em Ndalatando, província do Cuanza-Norte, que a transportação de pessoas e mercadorias do campo para a cidade e vice-versa está cada vez mais facilitada com a entrada em circulação de novos autocarros.

Jorge Bengue, que falava, segunda-feira, durante o acto de entrega de 20 autocarros para o transporte de passageiros a operadores económicos da região, com o propósito de reforçarem as rotas intermunicipais, no âmbito do Programa de Expansão de Transportes Públicos 2018/2022, acrescentou que a província do Cuanza-Norte conta com 55 autocarros, depois de ter recebido, no ano passado, 35 meios, considerados pelo secretário de Estado, ainda insuficientes, a julgar pelo número de necessitados.

Segundo Jorge Bengue, o transporte de passageiros e mercadorias nos municípios do interior do Cuanza-Norte ficou mais barato com a introdução destes meios, que vão facilitar, também, o escoamento de produtos agrícolas para diversos pontos do país.

Por sua vez, o director-geral interino do Instituto Nacional de Transportes Rodoviários, Énio Costa, disse que cada autocarro está avaliado em 58 milhões de kwanzas e, segundo os termos do contrato promessa, cada operador deve dar, como entrada, cerca de três milhões de kwanzas.

Segundo o responsável, o contrato prevê um período de seis meses de carência, para depois o operador passar a pagar ao Estado 461 mil kwanzas por mês.

Énio Costa revelou que, até ao momento, foram já entregues, a nível nacional, um total de 1.231 autocarros.

Na ocasião, o governador provincial do Cuanza-Norte, Adriano Mendes de Carvalho, reconheceu o contributo dos transportes públicos para a melhoria da circulação da população de várias localidades da província. 

Adriano Mendes de Carvalho garantiu que o Governo vai continuar a trabalhar para o bem-estar de todos os angolanos, com a execução de vários projectos tendentes à melhoria da qualidade de vida.

Apelou aos operadores no sentido de cuidarem bem os autocarros e cumprir todos os pressupostos previstos no contrato.

Leave a Reply

Your email address will not be published.