Distribuição de manuais começa ainda este mês

Os manuais escolares do ensino primário e secundário começam a ser distribuídos em todo o país, a partir da última semana deste mês, e passam a ser utilizados nas escolas do país no mês de Novembro, garantiu ontem o secretário do Estado da Educação para o Ensino Pré-escolar e Primário.

Pacheco Francisco, que falava em entrevista ao Jornal de Angola, disse que o atraso na distribuição dos manuais deveu-se às limitações impostas pela Covid-19, tendo em conta que os encontros com os professores responsáveis pela revisão dos livros eram feitos via online.

Além dessa situação, o secretário de Estado esclareceu que os cerca de 500 professores seleccionados para fazer a revisão tinham muito trabalho, dada à quantidade de manuais a serem corrigidos. Daí os três meses previstos para se concluir com a empreitada não tenham sido suficientes, o que provocou o alargamento do período e o atraso na distribuição.

Disse ser uma situação que não vai criar transtornos no sistema de ensino, uma vez que as primeiras oitos semanas de aula estão reservadas para os professores dedicarem a revisões de matérias dadas, mas pouco aprofundadas no ano lectivo findo.

O secretário de Estado reconheceu que, no ano lectivo passado, houve pouco aproveitamento dos conteúdos e, por isso, a recomendação do Ministério da Educação para os novos manuais serem utilizados apenas quando se solidificarem certos conteúdos e aprendizados de 2020/2021.

Sobre as estratégias do Ministério para evitar a venda de livros nas ruas, o secretário de Estado disse existir um trabalho conjunto com a Administração Geral Tributaria (AGT), no sentido de impedir, nos portos e aeroportos, a entrada destes manuais vindos de fora do país.

Leave a comment

Your email address will not be published.