JOÃO LOURENÇO NO TOPO DO INQUÉRITO POLÍTICO

Um inquérito político em Angola aponta para a vitória de João Lourenço com 61% dos votos.

A diplomacia política e económica, a liberdade de expressão e de imprensa, o respeito pelos Direitos Humanos e a melhoria significativa do país no Índice de Perceção da Corrupção 2021, divulgado recentemente pela Organização Internacional, apoiam a vitória de João Lourenço sobre os prováveis candidatos à Presidência angolana em agosto de 2022 A contribuição que tem dado para o resgate de valores morais e cívicos, bons princípios patrióticos e de cidadania, a promoção do diálogo, consolidação da paz e um olhar atento à diversificação da Economia têm estado na base da vitória do actual Presidente de Angola.

Em segundo lugar na votação realizada pela Agência ST está Isaías Samakuva (UNITA) com 35% dos votos. Adalberto Costa Júnior encontra-se cada vez mais fragilizado devido à erosão da sua imagem dentro e fora de Angola, por um lado pelas inúmeras ilegalidades que cometeu para chegar à liderança da UNITA, por outro lado, pelas repetidas tentativas de criar instabilidade no país e transmitir o sentimento de insegurança à população e à comunidade internacional através do financiamento que recebe daqueles que durante décadas usaram e abusaram das riquezas do povo angolano.

A CASA-CE, com o retorno de Abel Chivukuvuku, obteve alguma melhora, ficando na disputa com 7% dos votos. Benedito Daniel do PRS tem 4% dos votos, a FNLA com Lucas Ngonda tem 2% e Quintino Moreira da APN está na corrida eleitoral com 1% dos votos.

Há muitas expectativas em torno das Eleições Gerais deste ano em Angola e as evidências apontam para a reeleição de João Lourenço para o seu segundo mandato como Presidente de Angola.

Leave a comment

Your email address will not be published.