Luanda: Camama tem hospital materno-infantil com serviço dedicado à reprodução medicamente assistida

Um hospital materno-infantil, com capacidade para 220 camas, foi inaugurado em Luanda, pelo Presidente da República, João Lourenço.

A unidade hospitalar “Dr. Manuel Pedro Azancot de Menezes” foi construída no distrito urbano do Camama, município de Belas, zona sul da capital, ocupando uma extensão de 40.484 metros quadrados, e tem um serviço dedicado à reprodução medicamente assistida.

O edifício é constituído por três blocos, com serviços de urgências clínicas, sala de partos, obstetrícia e ginecologia, pediatria, fisioterapia e reabilitação física e cirurgia. Avaliado em 179 milhões de dólares, o hospital possui ainda uma unidade para queimados, para terapia respiratória, laboratórios para análises clínicas, sistema de imagiologia e radiodiagnóstico, uma morgue e um parque de estacionamento para 520 viaturas. 

O médico Manuel Pedro Azancot de Menezes, que dá nome ao novo hospital, nasceu em São Tomé e Príncipe e tornou-se especialista em cirurgia-geral e ginecologia pela Universidade de Lisboa. Trabalhou em Angola, Cabo Verde, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Faleceu em Luanda em 1984.

Leave a comment

Your email address will not be published.