Luanda tem 75 postos de registo eleitoral

A província de Luanda tem 75 Balcões Únicos de Atendimento ao Público (BUAP) para o Registo Eleitoral Oficioso, informou, terça-feira (22), o vice-governador para o Sector Político e Social, Dionísio da Fonseca, para quem o número é satisfatório para a modernização e simplificação das eleições gerais de Agosto.

Falando num encontro metodológico que visou discutir, avaliar e analisar a execução e funcionamento dos BUAP no município do Cazenga, realçou que os 75 existentes estão em pleno funcionamento. Ainda assim, prevê-se a formação e capacitação de mais operadores, para o reforço da intervenção dos BUAP nos municípios de maior demanda, como Cacuaco, Viana, Kilamba Kiaxi e Cazenga.

O grande desafio do registo eleitoral, lembrou, é assegurar que todos os cidadãos maiores de 18 anos tenham o Bilhete de Identidade e, por via desse, dirijam-se aos BUAP existentes nas administrações, distritos urbanos, comunas e municípios para a actualização das suas residências.

“Há uma mudança de paradigma. No passado, existiam as brigadas móveis. Hoje, os munícipes devem deslocar-se às administrações para (no caso de terem mudado de residência) fazerem a actualização e os respectivos registos eleitorais, de maneira a exercerem o seu direito de voto o mais próximo possível das suas residências”, comparou.

Dionísio da Fonseca disse estar-se num processo de sensibilização e mobilização da população para uma adesão massiva ao processo de registo eleitoral. A prioridade, sublinhou, é a juventude, por existir um número considerável de jovens que, desde o pleito passado, atingiram a maior idade e precisam ser informados sobre um processo de fortalecimento democrático.

“Vamos nessa semana realizar um encontro com este segmento da sociedade, sobretudo, aquela que frequenta o ensino secundário, no sentido de assegurar que seja partícipe activo no processo”, anunciou.

Leave a comment

Your email address will not be published.