Tuesday, May 17, 2022

Secretário de Estado encoraja Edições Novembro

O secretário de Estado para a Comunicação Social, Nuno Caldas, enalteceu esta segunda-feira (8) o facto do Conselho de Administração da Edições Novembro ter retomado os títulos regionais suspensos devido à pandemia da Covid-19, destacando “a ousadia em levar estes jornais onde não havia”.

“Esta acção significa que estamos a operacionalizar e concretizar um dever e um direito constitucional de levar a informação até o último cidadão, bem como assegurar uma comunicação mais proactiva e de proximidade”, sublinhou, ao referir-se à retomada dos títulos Jornal dos Desportos, Economia e Finanças, Cultura, Metropolitano, Ventos do Sul e Planalto, bem como os lançamentos do Angoleme, Nkanda, Litoral e Cinguvu.
Nuno Caldas prestou estas considerações no final da cerimónia de tomada de posse dos novos responsáveis da Edições Novembro, nomeadamente, directores, chefes de departamentos e editores.  
Segundo o secretário de Estado, hoje o cidadão “não espera apenas de Luanda para receber a informação e para ser informado”, considerando que a partir da sua localidade tem esta capacidade, possibilidade e direito. “É um facto que observamos neste Conselho de Administração”.
Augurou que os quadros correspondam de forma satisfatória as directrizes e a estratégia do Conselho de Administração, face aos desafios económicos, comerciais e editoriais.
Nuno Caldas disse, igualmente, que a empresa pode contar com o apoio institucional do órgão de tutela para a concretização dos desideratos assumidos.          Na ocasião, o presidente do Conselho de Administração da Edições Novembro, Drumond Jaime, pediu comprometimento e encorajou os empossados a prosseguirem com zelo e dedicação as missões para as quais foram nomeados.
“Acredito que temos capacidade para fazer da Edições Novembro uma empresa feliz, próspera onde cada um possa usufruir, também, do resultado final”, salientou o gestor.  
Testemunharam o encontro o director nacional de Informação e Comunicação Institucional do Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social e membros do Conselho de Administração da Edições Novembro.

Leave a Reply

Your email address will not be published.