Wednesday, May 18, 2022

Sector da Energia e Águas assinala níveis de crescimento

O ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, disse esta quarta-feira (29) em Luanda, que no segmento da produção de energia eléctrica ao longo dos últimos cinco anos, registou-se um incremento de potência instalada de 1.321,60 MW.

“Se partirmos do princípio que em 2017 contávamos com uma potência instalada de 2.354,52 MW, ao passo que em Dezembro de 2021 a potência instalada é de 5.880,19 MW”, referiu.

João Baptista Borges que falava durante uma mensagem de balanço, sublinhou que este incremento deveu-se em muito à entrada em operação das turbinas de Laúca, para além de outros imputes.

“Um factor importante a realçar é que, com o aumento da produção hídrica, verificou-se uma redução drástica no consumo de diesel para a geração térmica de energia eléctrica”, destacou.

Em relação à expansão e acesso à energia eléctrica, salientou que no ano passado, foi concluída a interligação entre os sistemas Norte e Centro, com a integração no Sistema Eléctrico Nacional das províncias de Benguela, Bié e Huambo.

Segundo João Baptista Borges, no âmbito do sector das Águas “embora os desafios sejam ainda muitos, existem vários projectos cuja conclusão está para breve”.

Neste contexto, assinalou as obras de reforço e reabilitação de sistemas de abastecimento de água, como são os casos do Ecunha, que tem previsão de termino em Janeiro de 2022, Tchindjendje, em Abril do mesmo ano, TchicalaTcholoanga, também em Abril de 2022, Chitembo, Março de 2022, Lundas Norte e Sul (Dundo e Saurimo), acções complementares, em Setembro de 2022, Maquela do Zombo, Maio de 2022 e Ondjiva, no Cunene, no que concerne à redes de distribuição, em Abril de 2022, entre outros projectos a nível nacional.

Leave a Reply

Your email address will not be published.