Taxa de emprego cresce 1,3% no quatro trimestre

A população com 15 ou mais anos de idade registou uma variação crescente, na taxa de emprego, de 1,3 por cento no quarto trimestre quando comparado ao terceiro, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com o relatório do INE, é visível uma certa retoma a julgar pelo facto de a população economicamente activa estimada em 15,4 milhões no quarto trimestre de 2020 passar para 16,2 milhões em igual período do ano 2021.

Em relação a população empregada, esta saiu de 10,7 milhões em 2020 para 10,8 milhões em 2021. A população com emprego informal também cresceu ao passar de 8,6 milhões para 8,7 milhões.

Em relação a população inactiva, o gráfico mostra queda ao sair-se de 1,6 milhões para 1,5 milhões, numa variação de 7,1 por cento.

No agregado, os indicadores do Instituto Nacional de Estatística (INE) avançam que a taxa de actividade subiu de 90,5 para 91,3. Já a taxa de inactividade também mostrou queda, tendo saído dos 9,5 para os 8,7 por cento, numa variação trimestral calculada em 6,0 por cento.

Sinais de retoma

No mesmo período, o referido grupo populacional, apresentou uma taxa de desemprego decrescente, a rondar em 3,5 por cento face ao trimestre anterior.

A Folha de Informação Rápida (FIR) do Inquérito ao Emprego em Angola (IEA) foi, ontem, disponibilizada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) recolhida através de inquérito por amostragem(IEA) de periodicidade trimestral e compilação anual.

O inquérito, por trimestre, selecciona uma amostra de um total de 10.648 (Dez mil e seiscentos e quarenta e oito mil), diminuindo em 0,6 por cento (66 722 pessoas) com relação ao trimestre anterior.

Leave a comment

Your email address will not be published.