Wednesday, May 18, 2022

Acções militares conjuntas contra o tráfico de armas

Angola e a Zâmbia vão intensificar as acções conjuntas de controlo e acompanhamento ao fluxo de actividades ao longo da zona territorial comum, para fazer face ao aumento de casos de violação de fronteira, tráfico de armas e de combustível, integrados na plataforma operacional como as maiores preocupações.

Os dois governos chegaram a esta decisão no final da 32ª reunião da Comissão Mista de Defesa e Segurança, e orientaram, para o cumprimento das acções conjuntas, a criação de um grupo de trabalho, entre Junho e Setembro deste ano, com a missão de realizar uma operação de fiscalização na região Norte, no âmbito da tríplice fronteira (Angola, Zâmbia e RDC), e, posteriormente, às regiões de Jimbi e Shangombo, respeitante às fronteiras de Angola e da Zâmbia.

Leave a Reply

Your email address will not be published.