Friday, July 01, 2022

Angola analisa comércio e desenvolvimento com as Nações Unidas

O nível da cooperação bilateral entre Angola e a Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) foi analisado, esta terça-feira, em Luanda, pelo ministro das Relações Exteriores, Téte António, e pelo director de Divisão para África, Países em Desenvolvimento e Programas Especiais daquela instituição, Paul Akiwumi.

As duas individualidades reuniram-se, na sede do Ministério das Relações Exteriores (MIREX), na baixa de Luanda, onde passaram em revista os Objectivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e a implementação no sector produtivo, além de abordarem a possibilidade da visita a Angola de Isabelle Durant, secretária-geral da organização.

Paul Akiwumi encontra-se desde a manhã desta terça-feira em Luanda, à frente de uma delegação da organização no âmbito do processo de graduação de Angola da categoria de PMA (País Menos Avançado), para a categoria de País de Renda Média (PRM).

Além disso, vai participar, na Escola Nacional de Administração e Políticas Públicas (ENAPP), num seminário para a discussão dos elementos específicos para a Estratégia de Transição Suave (ETS) de Angola, em sintonia com as estratégias do Governo e com os ODS.

A UNCTAD, em parceria com o Sistema das Nações Unidas e a União Europeia, apoiam o Governo de Angola no processo de graduação da categoria de PMA.

Segundo uma nota de imprensa do MIREX, em Angola, o processo de graduação é coordenado pelo Ministério da Economia e Planeamento, coadjuvado pelo Ministério das Relações Exteriores e com a inclusão pontual dos demais sectores nacionais relevantes.

A Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento foi criada em 1964, com vista a integrar os países em desenvolvimento na economia mundial e contribuir para a erradicação da pobreza.

Juntamente com outros departamentos e agências da ONU, mede o progresso dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, conforme estabelecido na Agenda 2030.

A UNCTAD está sediada em Genebra (Suíça) e tem representações em Nova Iorque (Estados Unidos da América) e Addis Abeba (República Democrática Federal da Etiópia). Actualmente, tem 195 países-membros.

Leave a Reply

Your email address will not be published.