Angola e Sérvia avaliam trocas comerciais

A República da Sérvia está interessada em incrementar, a partir deste ano, o volume de trocas comerciais com Angola, por terem apresentado, em 2021, um valor abaixo do esperado, que se situou em um milhão e 200 mil euros, deu a conhecer, ontem, em Luanda, o embaixador sérvio, Milos Perisic.

O diplomata, que falava à imprensa, no final da visita que efectuou à Câmara de Comércio e Indústria de An-gola, referiu que, apesar do montante das trocas comerciais ter ficado abaixo das expectativas, o valor vai au-mentar com a inauguração, em Abril deste ano, de uma fábrica de bolachas e chocolates da AngoPlano.

Segundo o diplomata, a empresa vai empregar mais de 50 jovens angolanos, num investimento avaliado em 15 milhões de dólares norte-americanos, como demonstração do interesse do seu país em incrementar a cooperação comercial com Angola nos domínios da agricultura, produção de bens alimentares e indústria química.

“Conhecemos as potencialidades de Angola, sobretudo nos domínios da agricultura e indústria, bem como na produção de bens alimentares. Nós temos uma grande experiência nestas áreas, principalmente na indústria agrícola, por isso, queremos manter uma excelente parceria com empresas angolanas e com a Câmara de Comércio e Indústria de Angola”, disse.

O embaixador assegurou, igualmente, que a Sérvia tem excelentes relações políticas com Angola, por esta razão, chegou o momento de estabelecer uma parceria estratégica, sobretudo no aumento das trocas comerciais, que andam muito aquém das expectativas mútuas.

A par do sector da agricultura e da indústria alimentar, disse, a Sérvia está interessada em outras áreas comerciais, como da construção civil, energia e no tratamento de água, onde o país europeu tem uma vasta experiência e pode ser um parceiro importante para Angola.

“Estamos presentes na construção civil e já participaram na construção de estradas, escolas, postos de saúde e residenciais”, afirmou, referindo-se que o seu país, tem ainda, empresas ligadas ao sector petrolífero que actuam no município do Soyo, província do Zaire.

Por sua vez, o presidente da Câmara de Comércio e Indústria de Angola, Vicente Francisco Soares, disse ser importante o interesse da Sérvia em incrementar as trocas comerciais com Angola, por ser um país forte nos sectores da agricultura, indústria alimentar e química.

O responsável empresarial reconheceu, que actualmente, “as trocas comerciais entre os dois países são baixas”, tendo em conta o potencial existente, disse, é preciso incrementá-las, pois, há vários protocolos rubricados pela via diplomática e pelas associações empresariais, que devem evoluir na prática,  indicando que Angola quer aumentar a cooperação comercial com a Sérvia na produção de milho.

Leave a comment

Your email address will not be published.