Fitch Solutions melhora previsões para Angola

A consultora Fitch Solutions melhorou, sábado (29), a previsão para Angola, antevendo um crescimento de 0,6 por cento em 2021 e uma expansão económica de 2,7 este ano, que vai acelerar para 3,4 em 2023.

“Prevemos que o PIB real de Angola acelere de uns estimados 0,6 por cento em 2021 para 2,7 por cento este ano”, lê-se numa nota sobre as maiores economias da África Austral, na qual se prevê um crescimento de 3,4 por cento no próximo ano e um abrandamento para 2,2 em 2024.

Na nota da consultora Fitch Solutions, detida pelos mesmos donos da agência de notação financeira Fitch Ratings, os analistas estimam também que a exportação petrolífera aumente de 1,169 milhões de barris diários, em 2021, para 1,221 milhões este ano, descendo novamente para 1,163 milhões de barris por dia em 2023.

A análise, enviada aos clientes, centra-se no progresso das reformas em contexto pré-eleitoral, tendo como título “Progresso nas reformas continua lento num contexto de riscos eleitorais”.

“Apesar de acreditarmos que o partido no poder vai ganhar as próximas eleições, a sua maioria parlamentar vai ser reduzida pela coligação da oposição, o que aumenta os riscos dos esforços reformistas do Governo”, escreve a Fitch Solutions.

Apesar do crescimento do PIB em 2021 e 2022, “do aumento da liquidez interna e do encorajamento para as empresas privadas comprarem os activos públicos no programa de privatizações, acreditamos que isto não será suficiente para compensar o limitado interesse das empresas estrangeiras”, apontam os analistas, que são peremptórios em afirmar que as metas do programa de privatizações não serão cumpridas.

“Antevemos que o Governo não vai vender todos os 195 activos que planeia até ao final do ano”, dizem os analistas citados pela imprensa internacional.

Leave a comment

Your email address will not be published.