Friday, July 01, 2022

Neide Diassonema comprometida com novas conquistas

Conquistar novos feitos em provas internacionais em prol de uma Angola desportiva cada vez mais presente, constam das prioridades da judoca Neide Diassonema.

A atleta, que falava neste sábado, durante a cerimónia em sua homenagem prestada pela Associação Angolana a Mulher e o Desporto (AMUD), evento decorrido na Galeria dos Desportos, afirmou que depois de conquistar o Campeonato Africano em Dezembro último, em Antananarivo (Madagáscar), sente-se na obrigação de continuar valorizar a forma como as suas conquistas têm sido reconhecidas no país.

Neide Diassonema, 24 anos de idade, frisou que o seu desempenho é fruto do trabalho desenvolvido no clube 1.º de Agosto, e da confiança depositada pela sua treinadora Antónia de Fátima “Faya”.

Por sua vez, a presidente da AMUD, Justina Praça, referiu que no desporto colectivo os exemplos a seguir são o basquetebol masculino e o andebol feminino.

A campeã africana, que beneficia de um estágio em França, no ambito dos Jogos Olímpicos deste ano no Japão, recebeu da AMUD uma medalha e um certificado de mérito pelo feito africano.

A atleta, que foi igualmente recebida na última terça-feira, em Luanda, pela ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula do Sacramento Neto, está a um passo de se qualificar aos Jogos Olímpicos de Tóquio (Japão) , feito que pode vir a ser alcançado em Abril, quando disputar o africano de Marrocos, na cidade de Casablanca.

Neide Diassonema, 54ª do ranking feminino, conquistou em Dezembro de 2020 o título continental em Antananarivo, capital do Madagáscar, ao derrotar na final a ivoirense Dabone Abzetta.

A campeã continental possui duas medalhas de bronze nos africanos de Madagáscar (2017) e África do Sul (2019), além de  participações em Campeonatos do Mundo na Hungria e Tóquio.

“A Neide é um exemplo no desporto individual porque tem elevado o nome do nosso país e a nossa bandeira a nível internacional com grandes feitos”, disse.

Referiu que a associação tem como objectivo fundamental o incentivo à prática desportiva e despertar a consciência da mulher a nível social, nas escolas cidades vilas e zonas rurais.

Leave a Reply

Your email address will not be published.