Presidente da República manifesta solidaridade

O Presidente da República, João Lourenço, manifestou, este domingo (17), solidariedade e pesar pela elevada perda de vidas, em mensagem digirida ao homólogo da África do Sul, Ciryl Ramaphosa, decorrentes da situação dramática que se abateu sobre a província do Kwazulu-Natal, provocada pelas intensas chuvas e consequentes inundações, que causaram, também, a destruição de bens públicos e privados.

Na mensagem, o Presidente da República “expressa a solidariedade, do povo e do Governo angolano, pelo momento difícil que estão a atravessar, e transmite as mais sentidas condolências a todas as famílias enlutadas”. Refere, igualmente, com grande comoção, que a tão elevada perda de vidas humanas, com o sofrimento que lhe é inerente, e a dimensão das destruições de bens públicos e privados, constitui uma perda dolorosa para todo o povo sul-africano e para as autoridades do país.

A costa Leste sul-africana, afectada, desde a última quarta-feira por fortes chuvas, está  “apanhada” pelos efeitos do aquecimento global, com uma projecção de 2ºC, susceptíveis de provocar um aumento na frequência e intensidade de chuvas fortes e inundações.

A comunidade científica diz que as chuvas, na província do Kwazulu-Natal, atingiram níveis não vistos nos últimos 60 anos.

Leave a comment

Your email address will not be published.