Wednesday, May 18, 2022

União Africana enaltece resiliência angolana no combate aos efeitos da seca

União Africana (UA) enalteceu, esta quinta-feira (28), em Luanda, a acção do governo angolano no combate aos efeitos da seca no sul do país, considerando o projecto CAFU, na província do Cunene, como um exemplo “fenomenal” e de seguimento em África.

Em declarações à imprensa no final de uma audiência com a ministra de Estado para a Área Social, Gatkouth Kai Bolkai, que integrou uma delegação da Crescente Vermelho e da Cruz Vermelha Internacional às províncias do Cunene, Huíla e Namibe, adiantou que Angola dá um exemplo de resiliência de como se combate os efeitos da seca e das mudanças climáticas que deve ser replicado nos demais países do continente.

“O projecto CAFU mostra a preocupação do Presidente João Lourenço para com os problemas da população e demonstra a determinação em dar resposta ao clamor lançado para se atender as necessidades das populações afectadas pela seca”, reforçou. 

Gatkouth Kai Bolkai destaca a visão integrada e holística do Presidente João Lourenço no tratamento de um problema que afecta não só Angola como os países fronteiriços, manifestando a disponibilidade da UA para apoiar Angola nesta empreitada de capital importância no bem-estar das populações e no desenvolvimento das comunidades.

Leave a Reply

Your email address will not be published.